Nº 402 - ANO 31 - MARÇO DE 2017
 
Farsul pede mudanças no Crédito Rural
 
A diferença entre os valores anunciados como disponíveis ao produtor e aqueles que são efetivamente contratados é cada vez maior, conforme dados do Banco Central. Esse cenário preocupa a Farsul, que encaminhou proposta ao Ministério da Agricultura e à CNA de aumento do percentual dos depósitos compulsórios bancários que são destinados às operações de Crédito Rural oficial – custeio e comercialização já para o Plano Safra 2017/2018.
Os depósitos compulsórios são a base do funding do Crédito Rural, o que daria lastro ao financiamento, diferente do que vem acontecendo com o Plano Safra, principalmente nos últimos três anos. Há menos recursos disponíveis hoje para o Crédito Rural em virtude da queda nos depósitos à vista e em poupança.
Para o vice-presidente da Farsul, Gedeão Pereira, o anúncio de valores inalcançáveis apenas cria ambiente de instabilidade e estresse, uma vez que os bancos são forçados a aumentar a seletividade.
voltar