Nº 415 - ANO 32 - ABRIL DE 2018
 
Expoagro recebe público recorde de 98 mil pessoas
 
A 18ª edição da Expoagro Afubra terminou seus três dias de programação voltada a debates, negócios e difusão de novas tecnologias com recordes de público e movimentação financeira. Circularam no Parque de Exposições de Rincão del Rey, em Rio Pardo, entre os dias 20 e 22 de março, 98 mil pessoas, em sua maioria produtores rurais, avanço de 6,5% em relação ao ano anterior. Já a comercialização de máquinas, insumos, implementos agrícolas e produtos agroindustriais alcançou R$ 60,9 milhões, alta de 13,2%.
O coordenador geral da Expoagro Afubra, Marco Antonio Dornelles, afirma que a feira atendeu às melhores expectativas de promotores, patrocinadores, expositores e visitantes. Houve tempo firme durante a maior parte do período, o que contribuiu para a elevação do número de pessoas recebidas e o cumprimento integral da programação. A avaliação é tão positiva que está sendo discutido a possibilidade de o evento ganhar um quarto dia na edição do ano que vem, que também deve contar com o Pavilhão da Agroindústria Familiar, obra iniciada nos últimos dias. Neste ano, foram 120 agroindústrias e 25 produtores de artesanato e flores, vindos de 90 municípios gaúchos, que movimentaram R$ 634,4 mil (5% mais que em 2017).
Na abertura da feira, que teve presença do governador José Ivo Sartori, os pronunciamentos variaram entre a importância da produção do fumo para a permanência dos agricultores na atividade, cobranças na área de infraestrutura da região e a necessidade da adoção de boas práticas de conservação de solo, tema da exposição em 2018. Outro destaque foi a inauguração do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) do Vale do Rio Pardo, em área anexa ao parque. O prédio, construído com recursos federais, conta com auditório, quatro salas de aula, laboratórios e dependências administrativas e passa a centralizar ações em favor da diversificação da agricultura familiar.
O segundo dia teve o Dia do Arroz do Irga, que montou roteiro de quatro estações. Duas delas apresentaram os principais projetos de transferência de tecnologia da entidade: o Soja 6000, que visa estabilizar as plataformas de cultivo da oleaginosa em rotação com o arroz nas terras baixas; e o Projeto 10+, que propõe ajustes nas operações de manejo para alcançar produtividade média superior a 10 mil quilos por hectare. As outras estações abordaram técnicas de manejo na entressafra com preparo antecipado e as quatro principais variedades de semente comerciais do Irga (Irga 424 RI, 426, 429 e 430).
Ainda foram realizados seminários, reuniões técnicas, de câmaras setoriais e comitês, premiação de concurso de inovação tecnológica em máquinas agrícolas e fóruns. A exposição ainda contou com 218 animais, entre ovinos, bovinos de leite, aves e coelhos, e máquinas de última geração. O espaço do Sistema Farsul ainda sediou reunião da Regional 9 e deu destaque ao jogo Senar 360º.
voltar