Nº 271 - ANO 20 - ABRIL DE 2006
 
Gilmar Tietböhl deixa o Senar-RS
 
Foto: Arquivo  
Clique para ampliar
Gilmar Tietböhl
Depois de cinco anos e cinco meses no cargo de superintendente do Senar-RS, Gilmar Tietböhl desligou-se da entidade no dia 31 de março, cumprindo prazo exigido pela legislação eleitoral para concorrer à Câmara dos Deputados nas eleições de outubro.
Nos últimos anos, o Senar-RS passou por significativas mudanças, que resultaram no aumento da qualidade dos cursos oferecidos pela instituição. Foram implantados novos treinamentos e houve ampliação da oferta de cursos em 250%, graças à contratação de 130 novos técnicos prestadores de serviços.
O programa Agrinho, que busca trabalhar temas transversais ao ensino, foi um dos projetos sociais do Senar que teve início com Tietböhl na superintendência, assim como o incremento de ações no programa Alfa, que tem por objetivo a alfabetização de jovens e adultos, promovendo a educação básica para mais de mil trabalhadores rurais anualmente.
Tietböhl ainda destacou a criação do programa de Turismo Rural, que beneficia moradores rurais de 40 municípios do Estado, e a construção do primeiro Centro de Formação Profissional Rural do Senar, local onde são realizados nivelamentos técnicos e cursos de capacitação.
“Deixo o Senar convicto que a instituição atingiu a maturidade em sua missão de levar capacitação e melhoria de qualidade de vida aos trabalhadores e produtores rurais gaúchos”, afirmou.
A direção do Senar-RS é exercida por um Conselho de Administração, presidida por Carlos Rivaci Sperotto, a quem compete a indicação do novo superintendente.
voltar