Jornal em Formato HTML
 
Nº 409 - ANO 31 - OUTUBRO DE 2017
 
Seminários do Senar-RS abordam previdência rural
 
Santa Maria e Rosário do Sul foram os primeiros municípios a receber os seminários sobre legislação previdenciária do Programa Cidadania Rural, do Senar-RS, em agosto e setembro, respectivamente. Lançados neste semestre, a ideia dos eventos é levar informações a contabilistas, advogados, representantes de sindicatos e produtores rurais pessoa física e jurídica, de forma a facilitar o cumprimento com as obrigações dos mesmos determinadas em lei.
As palestras são realizadas por especialistas do Senar-RS, da Receita Federal e do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), parceiros do programa, que ainda conta com o apoio o Conselho Regional de Contabilidade do Estado (CRC-RS) e de sindicatos rurais. O coordenador de Arrecadação do Senar-RS, Álvaro de Carvalho, destaca que, apesar de o público também ser formado por profissionais de áreas que nem sempre estão diretamente ligadas à produção agropecuária, o foco é o contribuinte. “A informação sempre acaba chegando ao produtor rural, por meio desses profissionais que o orientam contabilmente, pelas entidades e por outras pessoas que repassam a informação correta”, afirma.
Há outros três seminários agendados para os próximos dias, nos municípios de Ijuí (25/10), Pelotas (7/11) e Salvador do Sul (23/11). Mais informações podem ser obtidas nos sindicatos rurais e no telefone (51) 3213-7500. A carga horária é de 6h, e cada evento pode receber até 200 participantes, com inscrições prévias no site da entidade.
Carvalho ainda lembra que o Cidadania Rural promoveu palestras mais curtas sobre Imposto Territorial Rural (ITR), cujo prazo de declaração expirou no final de setembro, e Imposto de Renda (IR) ao produtor rural pessoa física nos municípios de Passo Fundo e Santa Maria. Elas foram ministradas por auditores do programa de educação fiscal da Receita Federal, a partir de termo de cooperação assinado com o Senar-RS. Somando os seminários e palestras recentes, a média de público foi de 110 pessoas em cada evento. Outro destaque do programa, em setembro, foi a participação na 16ª Convenção de Contabilidade do Rio Grande do Sul, realizada em Gramado, com estande próprio para divulgação.
Criado em 1998, em nível nacional, e cinco anos depois no Estado, o Programa Cidadania Rural, do Senar-RS, ganhou impulso em 2017. A expectativa é fechar o ano com 3 mil atendimentos, enquanto que, no ano passado, eles foram 1,6 mil. Carvalho afirma que o crescimento está em linha com o aumento da demanda no meio rural por capacitações do tipo, visto que tanto ITR como IR sofreram modificações na legislação nos últimos meses.
voltar