Jornal em Formato HTML
 
Nº 417 - ANO 32 - JUNHO DE 2018
 
CNA Jovem 2018 terá etapa a distância
 
O programa de desenvolvimento de jovens lideranças para o agronegócio CNA Jovem, criado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e pelo Senar Nacional, terá novidades em sua terceira edição. Sindicatos rurais indicaram, em fevereiro, jovens com idades entre 22 e 30 anos e formação superior ou técnica, para participar de um curso a distância sobre liderança empresarial.
Ele acontece de março a maio e também funciona como etapa de seleção para a fase estadual do programa, lançada na edição passada e que está de volta em 2018. Os 20 participantes que mais se destacarem nas atividades previstas e fóruns de discussão on-line serão escolhidos para seguirem na capacitação.
O chefe da divisão de inovação e ações especiais do Senar-RS, Taylor Guedes, aprovou as mudanças neste ano. Segundo ele, o conteúdo virtual ajudará tanto a selecionar os candidatos mais preparados quanto para trabalhar conteúdos iniciais de modo prévio, favorecendo o aprofundamento dos temas e deixando o programa mais completo. “Vamos receber jovens com desafios mais bem elaborados, para desenvolver melhor os projetos que têm como foco a sua região de atuação”.
Na etapa estadual, prevista para o segundo semestre do ano, os participantes terão encontros presenciais aos finais de semana, que envolvem palestras e dinâmicas de grupo. Serão três encontros com intervalo de 30 dias entre eles. O produto final é um plano de ação para enfrentar o desafio escolhido - que em geral é um problema recorrente em determinado local de convívio. Há auxílio do Senar-RS nos custos de hospedagem e alimentação.
Após a conclusão dos trabalhos, os participantes recebem certificados e são habilitados para a Rede CNA Jovem, espaço para interação com egressos do programa. A plataforma apresenta conteúdos, notícias, conferências virtuais e ciclos de debates, de modo a estimular ações em benefício da agropecuária brasileira.
voltar