Jornal em Formato HTML
 
Nº 420 - ANO 32 - SETEMBRO DE 2018
 
Novos valores de preços mínimos
 
O governo federal reajustou, recentemente, os preços mínimos das culturas de verão. Para o arroz longo fino em casca, a correção foi de 1,1%, ficando em R$ 36,44, pelo saco de 50 quilos. O novo mínimo da soja é de R$ 37,71, no saco de 60 quilos, com reajuste de 2,4%. O feijão preto teve reajuste de 1,3%, ficando em R$ 77,48, no saco de 60 quilos. Já a cultura com alteração mais significativa foi o milho, com 11%, ficando em R$ 21,62, no saco de 60 quilos. Ainda foram divulgados o mínimo do quilo da uva, variedade Isabel, em R$ 0,92; e do litro do leite, com reajuste de 10,6%, em R$ 0,94.
Os valores foram fixados pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), em 25 de maio, e fizeram parte das medidas anunciadas no Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019. A lista completa está disponível na Portaria nº 935, no Diário Oficial da União de 20 de junho. Eles são a base da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), que configura uma espécie de “seguro de preço” ao produtor, exercendo o papel de oferecer alguma remuneração no momento de crise de preços que comprometa a economia da atividade. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), os preços mínimos são definidos a partir dos custos variáveis de produção das lavouras, além de “considerar outros indicadores de mercado”.
voltar