Jornal em Formato HTML
 
Nº 421 - ANO 32 - OUTUBRO DE 2018
 
Sindicatos aliam representação com prestação de serviços
 
Além da forte representatividade do produtor na esfera política, a tendência é que os sindicatos rurais se empenhem, cada vez mais, para prestar serviços e oferecer benefícios e facilidades ao produtor associado. Ao menos é traço comum entre os cases do Programa Sindicato Forte, do Senar-RS, apresentados nos dois seminários realizados entre os dias 14 e 16 de agosto, na sede da Farsul, em Porto Alegre. Noventa e oito sindicatos participaram do encontro, que procurou expor ideias a serem copiadas e melhoradas por presidentes e colaboradores nas suas bases. “Precisamos levar o conforto e a segurança que o produtor rural merece”, destacou o presidente do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, na abertura do evento.
O sindicato de Venâncio Aires, por exemplo, que conta com 3 mil associados, encaminha serviços de análise de solo pela Unisc, auxilia em declarações como ITR, CCIR, CAR e na elaboração de contratos e guias do INSS, abre espaço em programa de rádio no município para anúncios comerciais dos associados, e promove uma feira mensal em que aproxima produtores e o público urbano, entre outras ações. Nada disso atrapalha, porém, quando o momento é de defender os interesses do trabalhador do campo. Foi assim em 2011, quando enviou comitiva a Brasília, ao lado da Farsul, para reverter notificações indevidas que vários fumicultores da região estavam recebendo. Alegrete, Palmeira das Missões e Viamão foram os outros exemplos apresentados no evento.
De Barbacena (MG) e Rio Verde (GO) vieram mais inspirações. No primeiro, o sindicato, que representa 15 mil produtores, presta serviços contábeis e firmou parcerias com farmácias, laboratórios, clínicas, óticas, redes de informática, médicos, dentistas, veterinários, técnicos agrícolas, escritórios de advocacia. Também organiza compras coletivas e incentiva a plantação de mudas e cercamento de nascentes em convênio com o Instituto Estadual de Florestas (IEF). Já o sindicato de Rio Verde montou laboratórios de monitoramento de ferrugem asiática, para os sojicultores, e de incidência de carrapato, para os pecuaristas. Presta ainda assistência técnica, atendimento veterinário clínico e cirúrgico, assessoria jurídica e de imprensa, opera leilões toda semana e organiza expofeira para mais de 200 mil pessoas.
Durante as palestras, presidentes e colaboradores de outros sindicatos anotavam e perguntavam a todo momento, avaliando as opções. Os seminários ainda contaram com palestras do superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi; do consultor do Sistema CNA Olympio Bezerra; do diretor da Dale Carnegie Training, Carlos Rey; e do superintendente do Senar-RS, Gilmar Tietböhl.
voltar