Jornal em Formato HTML
 
Nº 430 - ANO 33 - JULHO DE 2019
 
Covatti Filho assume a Agricultura
 
Agradou à Farsul a escolha do governador eleito, Eduardo Leite (PSDB), para a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. Trata-se do deputado federal Covatti Filho (PP), 31 anos, que iniciaria segundo mandato em Brasília. De acordo com o presidente da Federação, Gedeão Pereira, Covatti Filho é um nome que está alinhado ao pensamento do produtor gaúcho e que certamente irá liderar a pasta estadual em diálogo permanente com o setor.
O político terá pela frente dois temas difíceis já no próximo ano: o problema da deriva na aplicação de agroquímicos nas lavouras e a antecipação da retirada da vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul. Sobre o primeiro tema, a Farsul entende que o poder público deve investir no trabalho de capacitação e acompanhamento dos agricultores, a exemplo do Programa Deriva Zero, do Senar-RS. Decisões radicais como a proibição do uso do 2,4D são rechaçadas pela entidade.
Quanto à vacina contra a aftosa, o tema ganhou força com o pedido de auditoria técnica do Estado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que pode resultar ou não em sinalização pela retirada. Os técnicos podem desembarcar no Rio Grande do Sul ainda no primeiro trimestre. Gedeão reitera que essa deve ser uma decisão racional e de base sólida. A decisão só deve ser tomada a partir da convicção sobre as condições, destaca ele.
Após o anúncio, Covatti Filho trouxe outro tema em que deve trabalhar de imediato: a disparidade no custo de produção gaúcho com o de vizinhos do Mercosul. Ele está a par de estudo recente do Sistema Farsul sobre o assunto.
voltar