Jornal em Formato HTML
 
Nº 430 - ANO 33 - JULHO DE 2019
 
Informe Rural
 
Arroz
A Abertura da Colheita do Arroz 2019, em Capão do Leão, entre 20 e 22 de fevereiro, terá 33 vitrines tecnológicas voltadas para o tema desta edição: inovação e diversificação produtiva. A área principal, que será colhida em ato simbólico, apresenta as cultivares Irga 431 CL e Pampa CL, da Embrapa — duas novas alternativas de alto desempenho. Empresas como Syngenta, Delta Plastics, Bayer, FMC, Koch, Basf, Ricetec e Ihara, além de outras instituições de pesquisa, estão confirmadas. Para mais informações, acesse o site da Federarroz, que realiza o evento.

Homenagem
O economista-chefe do Sistema Farsul, Antônio da Luz, recebeu homenagem do Sindicato Rural de Jaguari em dezembro. O presidente da entidade entregou placa ao representante da Assessoria Econômica do Sistema Farsul, Ruy da Silveira Neto.

Leite
O valor de referência do leite fecha o ano em R$ 1,0057, na projeção do Conseleite, queda de 5,58% em relação ao consolidado de novembro (R$ 1,0652) — que já foi três centavos mais baixa que o esperado. Se confirmada, será a quinta retração consecutiva no valor. A cotação está abaixo da média corrigida de 2016 e acima do registrado no final de 2017, o pior dos últimos 12 anos para o leite. A esperança para 2019 está na recuperação do consumo das famílias, indica o pesquisador da Universidade de Passo Fundo (UPF) Eduardo Finamore.

Líder rural
O presidente da Farsul, Gedeão Pereira, recebeu o Troféu Melhores do Campo — Mãos que Semeiam 2018, promovido pelo veículo de comunicação Conexão Rural. O dirigente foi premiado na categoria especial Líder Rural, que leva o nome do ex-presidente da Federação Carlos Sperotto. A entrega da 4ª edição do troféu aconteceu nas dependências do Sindicato Rural de Camaquã, dia 14 de dezembro.

Cultivares
A Fundação Pró-Sementes finalizou, na primeira semana de dezembro, a colheita dos experimentos de inverno da safra 2018. O Ensaio de Cultivares em Rede (ECR) avaliou mais de 30 materiais em seis regiões do Estado. Infelizmente, o clima não foi favorável à cultura, afirma a gerente de pesquisa e desenvolvimento da entidade, Kassiana Kehl, com alto volume de chuva, registro de doenças de espiga e baixo rendimento e qualidade. A semeadura da soja também foi conduzida no final do ano, com 40 cultivares e 11 ambientes.

ZEE-RS
O Sistema Farsul participou de todas as oficinas participativas do Zoneamento Ecológico-Econômico no Estado (ZEE-RS), iniciadas em 2017. A última etapa aconteceu em dezembro, a chamada fase de prognóstico. Envolveu nove reuniões nos municípios de Passo Fundo, Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Caxias do Sul, Osório, Santa Rosa, Alegrete, Pelotas e Porto Alegre. Segundo o coordenador da Assessoria de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Farsul, Domingos Lopes, a presença do setor foi importante para o equilíbrio entre economia e proteção ao meio ambiente, construindo um retrato fiel de cada região.

Ministério Público
O presidente do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, colocou ao Ministério Público Estadual a posição da entidade sobre o problema da deriva na aplicação de agroquímicos, noticiado no interior gaúcho. O dirigente afirmou que o setor está mobilizado para solucionar o impasse, de modo a evitar prejuízos na produção de culturas como a da uva e da oliva, ao mesmo tempo que garante a possibilidade de uso de produtos relevantes como o 2,4D de forma adequada. A visita aconteceu no dia 11 de dezembro. Participaram do encontro o coordenador da Assessoria de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Farsul, Domingos Lopes, e os assessores Nestor Hein, Eduardo Condorelli e Luís Fernando Pires.
voltar