Jornal em Formato HTML
 
Nº 428 - ANO 33 - MAIO DE 2019
 
Produtores de Quaraí participam de dia de campo e seminário técnico
 
O município de Quaraí, na Região da Campanha, recebeu a 99ª etapa do Fórum Permanente do Agronegócio, entre 5 e 6 de abril, com o tema “De onde virão os terneiros?”. Dezenas de produtores rurais participaram de dia de campo em três propriedades da região: Estância Coxilha, de José Antonio Wortmann, Estância Recreio, de Décio Prates da Silveira, e Estância Alvorada, da GAP.
Essa primeira abordagem tem como foco apresentar os desafios e soluções adotadas pelos pecuaristas para alavancar produtividade e qualidade na produção, principalmente por meio de práticas de baixo custo. Manejo de pasto, suplementação, seleção animal, combate ao capim-annoni e gestão rural foram alguns dos temas abordados nas visitas.
A etapa teve sequência no CTG Orelhano, com seminário técnico. O professor do Departamento de Zootecnia da UFRGS, José Fernando Piva Lobato, falou sobre manejo e seleção animal para maior produtividade dos rodeios de cria. O pesquisador Jamir Luis da Silva, da Embrapa Clima Temperado, abordou o manejo de pasto para produção intensiva de terneiros. Alexandre Motta de Souza, do Colégio Politécnico da UFSM, prestou informações sobre como produzir mais terneiros por área.
A suplementação na recria foi o tema da palestra da professora do Departamento de Zootecnia da UFSM, Luciana Potter. Naylor Bastiani Perez, da Embrapa Pecuária Sul, falou sobre as medidas de controle do capim-annoni. Fechando a programação, o médico veterinário e consultor rural Sérgio Faulstich abordou a necessidade de ajustar a gestão da pecuária e conhecer em detalhes os custos envolvidos na atividade.
Segundo o coordenador do programa de Boas Práticas Agropecuárias (BPA) para Bovinos de Corte do Senar-RS, Pedro Faraco, os participantes foram estimulados a pensar estratégias de gestão para períodos críticos e para verticalizar a produção, o que gerou debates.
A participação nos eventos do Fórum Permanente do Agronegócio é sempre gratuita, com inscrições por meio da Casa Rural. A realização é do Sistema Farsul, com apoio do Departamento de Zootecnia da UFRGS e sindicatos locais.
voltar