Notícias da Farsul
 
20/12/2017 - 10:00:00
Queda no custo de produção não ameniza perdas nos preços recebidos pelo produtor
 
Os custos de produção registraram deflação ao longo de 2017. O Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) indica retração no acumulado do ano (-3,83%) e nos últimos 12 meses (-3,08%). Entretanto, os valores pagos no campo estão muito mais baixos, afetando diretamente a lucratividade do produtor. No índice de Preços Recebidos (IIPR), o valor acumulado no ano é -16,40% e nos últimos 12 meses, -12,99%. Os dados foram disponibilizados pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul, nesta quarta-feira, dia 20.
Apesar da valorização da soja (3,7%) e do milho (3,2%) na comparação entre os meses de outubro e novembro, o IIPR se manteve em deflação, com -1,95%. Arroz (-0,09%) e trigo (-0,7%) foram os principais ofensores do indicador. Já os preços dos herbicidas e fertilizantes foram responsáveis pelo aumento de 1,14% no IICP do mesmo período, não sendo suficiente, porém, para alterar o quadro de retração, que tem no trigo a maior queda, com -5,11% no período de 12 meses.
Em relação ao IPCA, o IICP mantém movimento inverso já que o primeiro registra inflação. Na comparação entre IIPR e IPCA Alimentos é possível perceber que em curto prazo não há relação direta entre eles. O IIPR vem apresentando queda desde janeiro deste ano, enquanto o IPCA Alimentos começou a apontar os primeiros resultados negativos em julho. Contudo, em um período mais longo já é possível perceber o alinhamento entre ambos.
Fonte: Imprensa Sistema Farsul
 
voltar